Menu Fechar

Padre Philotheos Zervakos – Ecumenismo, Ortodoxia e Heresia

“Levanta-te Crisóstomo, Gregório, Germano, Tarásio, Nicéforo, Fócio e o resto – os antigos e os recentes Santos Patriarcas de Constantinopla, que vos sacrificastes pelos vossos rebanhos, para ver quem está no vosso trono. Vocês, tal como os bons pastores sacrificaram as vossas almas pelas vossas ovelhas, enquanto os atuais sacrificam as ovelhas deles para eles próprios e eles abrem a porta convidam o lobo a entrar e destruir o rebanho.

Quando é que um Patriarca caiu em tal deslize, que ele voluntariamente esforça-se para entregar o seu rebanho aos lobos para serem dilacerados? A causa é o orgulho, a raiz de todos os pecados, de todo o mal, de todas as heresias, calamidades e tristezas e ainda mais do que calamidades e tristezas – a privação da graça de Deus.

Os pastores lobo, falsos professores, falsos profetas e falsos cristos, foram expulsos do rebanho de Cristo e não se arrependendo, foram colocados sob perpétuos anátemas pelos Santos Pais, que são os verdadeiros imitadores do Pastor Chefe Cristo e dos seus seguidores – os bons, verdadeiros e divinos pastores, os preservadores dos decentes e santos sete Concílios Ecuménicos.

A Igreja Ortodoxa não está habituada a inovações tal como os Ocidentais e os Protestantes, que após a sua separação e sem cessar resolveram realizar inovações e reformas, a um ponto de tal forma desrespeitoso e insano – para inovar todos os mistérios e santas tradições e apagando muitas.

Existem duas razões que levam os atuais Arqui-hierarcas a inovar e reformar a Igreja: primeiro orgulho, que faz com que a maior parte dos hierarcas, tirando alguns, acreditem que são mais sábios do que os Santos Pais, e em segundo lugar glutonaria e amor-próprio.

Tornando-se a maior parte deles, amantes da carne, eles foram abandonados pela graça do Espírito Santo.

Se o Patriarca não aceita, mas rejeita as sugestões do Governo do Santo Sínodo, Arqui-hierarcas, padres, e seguidores leigos, e insiste na união (das Igrejas), então ele deve ser renunciado. Pois caso eles não se oponham mas recuem e digam que irão seguir o Patriarca, então haveria uma destruição de longo alcance. Então eu não teria nada mais a dizer do que ai da Igreja Ortodoxa da Grécia. Ai da nação Grega. Pois será imensuravelmente pior do que a subjugação aos muçulmanos e ao falso profeta Maomé.

Se o Papa deseja a união, deixem-no reconhecer e confessar todos os seus enganos, heresias e inovações feitas por vários Papas desde o início e durante um período de tempo – tendo-se separado da Igreja Ortodoxa, ele será recebido apenas se ele se arrepender, chorar amargamente e se humilhar.

Se eles não rejeitassem o orgulho, tanto o Patriarca como o Papa, e não se humilhassem, imitando nosso Senhor, não apenas não iriam suceder mas ao invés eles aumentariam a separação e criariam vários escândalos, distúrbios, confusões e grande perigo e perda dos seus rebanhos. Se eles imitarem o Senhor e se humilharem, a união irá suceder, eles beneficiar-se-iam e os seus rebanhos e o nome do Pai no Céu será glorificado através deles coo através dos Apóstolos, pois o “Senhor se opõe aos orgulhos, mas ergue os humildes”.

Parte 2: O Papismo é o precursor do Anticristo

A Ortodoxia foi firmada pelos Santos Apóstolos e pelos Pais que a decretaram através dos sete Sínodos Ecuménicos, enquanto eram iluminados pelo Espírito Santo.

Papismo é o precursor do anticristo, pois o Papa tendo sido capturado pela arrogância e presunção, e desejando ter a mais alta autoridade da Igreja e do Estado, ele rasgou a Igreja de Cristo.

Os adoradores do Papa caíram em muitas falsas crenças e heresias – modificando os mistérios da Igreja Ortodoxa. Ao invés do batismo eles são salpicados, ao invés do mistério da comunhão eles têm pão ázimo Judeu. Eles livraram-se dos jejuns e até do santo óleo, nem podem eles realizar bênçãos ao salpicar com água santa porque eles estão excomungados e como tal a bênção deles não conta.

Eu não me absteria de mencionar algo que eu próprio testemunhei quando eu fui á Montanha Santa em peregrinação. Quando o Imperador Miguel VIII e o Patriarca Beco que eram adoradores do Papa foram á Montanha Santa durante o período de 1270-1300, eles estavam a pressionar os monges a receberem o Papismo e a concelebrar com os papistas. Aqueles que haviam aceitado e concelebrado, os seus corpos permaneceram incorruptos mas emitiam um odor desagradável. Aqueles que se recusaram a concelebrar e foram mortos pelos papistas, as suas relíquias emitem um odor agradável. Eu desejo pela graça do Espírito Santo iluminar a tua mente, dar-te força e rejeitar o sonho de engano e languidez e retornar ao seio da Igreja.

Se os Hierarcas presentes não aceitam as decisões, os Cânones e as tradições dadas pelos divinos Apóstolos e Santos Pais da Igreja mas ignoram-nas, quem é que iria então respeitar as suas próprias?

A Igreja e Estado e os seus líderes dos dias malignos presentes dormem o mais pesado sono de negligência e preguiça, e se eles não acordarem, bem como o clero e o povo para o arrependimento ao serviço dos mandamentos de Deus, das virtudes e boas obras, eles terão de responder durante o grande julgamento e serão punidos.

 Parte 3: Segura-te firme á tua Fé

Segura-te á tua Fé firmemente e mantêm-te imóvel nas tradições dos Pais Divinos, pois nós chegámos ao século em que mesmo os fortes na fé estão perdidos. Labuta ao estudar e aprender, pois tudo o que é bom atinge-se com trabalho árduo e sofrimento. Nós não iremos sentir o trabalho da virtude quando nós consideramos as nuvens de mártires e santos e no futuro seremos glorificados.

Quão felizes e abençoados nós seremos, se através de uma pequena labuta formos julgados dignos de acampar nos adoráveis campos do Paraíso e herdar os bens do Reino Celestial de Deus.

O apóstolo Paulo, a boca de Cristo, ordena: não tomem parte nas obras de escuridão estéril para que não sejam controlados. Nos casos em que a nossa Fé Ortodoxa é ignorada ou caluniada, é permissível verificar e ter simplesmente raiva, o que é justificável, mas silêncio não é admissível. Mas a verificação deve ser feita com discernimento e prudência, não com perturbação e raiva, mas com ira divina. Deus não desiste da sua Igreja e para aqueles que a combatem eles os humilhará e eles serão esmagados como um telhado de cerâmica, mas aqueles que mantém a sua fé e confissão Ortodoxa até á morte, serão abençoados.

Eu te abençoo do coração a nunca ser tímido nos teus esforços, mesmo se tu vês os inimigos da Igreja a tornarem-se mais fortes … Aquele que se esforça pela fé Ortodoxa e pela nossa santa Igreja tem o Deus Onipotente como aliado, enquanto aquele que se esforça por engano tem o sempre astuto maligno como aliado, o mestre fraco da escuridão, das mentiras e de todas as heresias, falácias e perversidade. Não há nada mais honrado, modesto e santo do que quando se combate pela fé. E se enquanto combate ele é morto pelos inimigos, sem se curvar, ele é o mais brilhante vencedor e ele receberá o troféu do chamamento vindo de cima e a coroa celestial.

Por isso combate pela fé e esforça-te até á morte, para te tornares um digno herdeiro do Reino Celestial.

No tempo presente, quando a Igreja é atacada de diversas maneiras e formas por vários e diversos lutadores, o teu esforço em confrontar e combater irá suceder, com a ajuda de Deus e salvará alguns da inundação de pecado de hoje em dia.

Eu te congratulo pelo teu zelo pela disseminação das verdades Cristãs e pelo benefício dos Cristãos. Nós devemos saber que de acordo com a labuta e boa vontade com que cada um trabalha, recompensas serão dadas pelo doador do salário Cristo. Enquanto há tempo, trabalhemos espiritualmente e semeemos com trabalho para que possamos colher em paz.”

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=ZawMyUnJSGs

Tradução em Português: Paulo Ferreira

Posted in Teologia Ortodoxa

Related Posts